Como funciona visita em clínica de reabilitação?

Saiba como funciona visita em clínica de reabilitação, pois cada uma delas pode possuir regras próprias em relação a esse ponto. Fique por dentro.

Uma dúvida muito pertinente que as pessoas possuem é sobre como funciona visita em clínica de reabilitação.

Como bem se sabe, esses são locais em que a entrada é restrita, já que o objetivo principal é proporcionar um ambiente tranquilo e confortável para os dependentes químicos recuperarem-se.

Muitas pessoas ainda acreditam que podem estar indo visitar seus entes queridos a todo momento que desejem, o que não é verdade e acaba por deixa-as frustradas.

Por isso mesmo é que é importante conhecer bem o funcionamento das visitas em clínica de reabilitação, pois cada uma delas pode possuir regras próprias em relação a esse ponto.

A maior parte das clínicas, entretanto, possui um regimento comum em relação a como se dá a entrada de visitas para pacientes internados, então pensando nisso resolvemos trazer aqui esse artigo.

Para saber tudo sobre como se dão as visitas nesses locais, não deixe de acompanhar esse texto até o final!

Clínica de Recuperação Erimus Paraná, Tratamento especializado para dependentes químicos e alcoolismo tratamento individualizado

A internação e a lei 10.2016

Para começar a falar a respeito visita ao dependente químico que está internado em uma clínica de reabilitação, primeiro precisasse falar sobre o tema em geral.

A internação em clínicas de reabilitação já existe há muitos anos e à medida que o tempo passou ela foi tornando-se mais e mais aprimorada, permitindo assim um tratamento cada vez mais humanizado.

Junto com essa evolução, leis também foram criadas para resguardar os pacientes internados e também seus familiares, como é o caso da lei 10.216/2004.

Essa foi uma lei criada com o intuito de regulamentar as condições a respeito da internação de dependentes químicos em instituições apropriadas, como as clínicas.

Dentro dos vários artigos existentes nessa lei, com certeza um dos mais importantes diz respeito à questão da visita em clínica de reabilitação, que recebeu atenção devido à sua importância.

Os artigos destinados a esse assunto estipulam dois pontos essenciais:

  • O primeiro ponto é que o tratamento do paciente em uma clínica de reabilitação deve contemplar também a sua reinserção na sociedade e na sua família (que muitas vezes está afastada)
  • O outro ponto é que o paciente internado deve ter direito aos meios de comunicação e aqui você pode entender como ter acesso a cartas, e-mails e também ligações da família

Com essa lei, ficou muito claro que a recuperação do paciente dependente químico passa muito pelo direito que ele tem de ter acesso aos seus familiares durante o tratamento.

Isso significa que a visita dos familiares nas clínicas de reabilitação se fazem extremamente importantes e que são, por base na lei, obrigatórias por parte dessas instituições.

Além disso, os pacientes também têm direito a ter acesso aos seus parentes por meio do contato pelas formas de comunicação, como via carta e telefonema, que são comuns ainda nesses locais.

Apesar de ter uma lei que regulamenta todo isso, é preciso deixar claro que a questão da visita em clínica de reabilitação ainda é tratada por cada instituição de uma forma diferenciada.

Ou seja, mesmo com as diretrizes existentes, as formas de visita variam entre cada instituição, mas sempre mantendo o direito ao contrato entre pacientes e familiares.

Há algumas clínicas que acreditam que o isolamento dos seus pacientes por um período maior é essencial para afastar o dependente químico de qualquer fator que possa vir a ser um gatilho para o vício.

Em locais como esse, as visitas tendem a ser mais restritas, não passando de uma vez ao mês, mas isso deve ficar claro ainda no momento da internação do paciente.

Por outro lado, há clínicas que acreditam que o contato com a família é uma das etapas mais importantes na reabilitação dos pacientes, permitindo uma maior proximidade entre ambos.

Nessas instituições, as visitas ocorrem até mesmo semanalmente, mas tudo poderá também depender do estágio em que o paciente encontra-se dentro do tratamento.

Há ainda locais em que os dias de visitas costumam ser estipulados e fixados pela própria instituição, enquanto em outros a própria família poderá agendar o dia em que irá visitar o paciente.

Isso tudo deixa muito claro que a questão das visitas é algo de extrema importância no tratamento dos dependentes químicos e que por isso não dá para evitar que haja esse contato entre paciente e família.

Mas as visitas podem ser feitas apenas pelos familiares? Amigos também podem visitar os dependentes químicos nas clínicas de reabilitação?

Para saber mais, veja o próximo tópico que irá explicar esse ponto sobre como funciona visita em clínica de reabilitação.

Restrições de visitas em clínicas de reabilitação

No tema visitas em clínica de reabilitação, um ponto que ainda causa dúvidas é a respeito de quem pode visitar o paciente que está internado na instituição.

Muitos amigos desejam visitar o paciente, até mesmo como uma forma de apoio, nas clínicas de reabilitação enquanto ele está internado, o que é algo mais do que o normal.

Mas será que a presença deles é permitida?

A resposta é objetiva: amigos não podem visitar os dependentes químicos nas clínicas!

A visita aos pacientes nas clínicas de reabilitação é vedada exclusivamente para os seus familiares, o que faz com que quem não tem nenhum laço consanguíneo não possa estar indo até o local.

Isso porque as visitas com a família visam a participação daqueles que os amam no tratamento, ajudando com o apoio nesse momento tão difícil.

Muitas vezes os amigos estiveram presentes em períodos de utilização das substâncias pelos dependentes, o que pode ser um gatilho para eles, então a presença dos que não tem laços sanguíneos é vedada.

Outro ponto é que mesmo que a pessoa seja da família, se ela for também dependente química sua entrada não é autorizada para visita.

Essa regra visa evitar que a entrada desse indivíduo não venha a interferir no tratamento do paciente e prejudicar os resultados obtidos, levando-o a ter gatilhos de recaída.

Ainda quanto às possíveis restrições nas visitas às clínicas de reabilitação, há algumas regras que muitas instituições estipulam para permitir que esse momento seja de alegria e de tranquilidade ao paciente.

É o caso da restrição ao número de pessoas que podem vir visitar o dependente químico, evitando aglomerações que podem causar abalos ao paciente nesse momento de delicadeza que ele vive.

Existem também, em algumas clínicas, um código quanto à vestimenta dos visitantes, que podem ser barrados na entrada se não o seguirem, o que faz com que seja importante as famílias estarem atentas a isso.

Todas essas regras e restrições, por mais que para muitos familiares seja visto como algo incômodo, tem o objetivo de manter o bem estar e garantir que após a visita os pacientes estarão bem.

Muitos não sabem, mas o período pós-visita costuma ser bastante delicado para vários pacientes, que podem vir a ter comportamentos muito agressivos ou que os deixem abalados emocionalmente.

Quando isso acontece, a internação dele naquele local tende a ser afetada e pode ter impactos negativos dentro do resultado esperado na reabilitação.

Justamente por conta disso é que muitas clínicas já deixam profissionais de prontidão e em alerta para que venham a dar o suporte que os pacientes venham a precisar após as visitas.

É comum que os terapeutas ou psicólogos apoiem o paciente e conversam com ele para compreender mais sobre o que a visita significa para ele e como ela pode vir a tornar o tratamento mais eficaz e os resultados mais positivos.

Regras sobre as visitas

Agora que você viu mais sobre como funciona a visita em clínica de reabilitação, é hora de compreender um pouco mais a respeito de algumas outras regras existentes.

Essas regras não estão presentes em todas as instituições e podem ter algumas que não estão aqui, mas compreender algumas das mais comuns é essencial para saber o que pode e o que não pode nesses momentos:

  • O visitante não pode fornecer ao paciente nenhum objeto sem que haja concordância expressa da administração da clínica (como celulares e outros objetos eletrônicos, por exemplo)
  • Dar dinheiro ao paciente também é terminantemente proibido
  • Não se recomenda dar ao paciente nenhum tipo de notícia que seja desagradável, para que isso não impacte o processo de reabilitação
  • Também não se pode fornecer livros ou outros objetos para leitura ao paciente sem que a equipe multidisciplinar aprove
  • Os visitantes não podem ter acesso ao alojamento dos pacientes sem que tenham uma autorização prévia e expressa por parte da direção do local

Conclusão

Como você viu, as visitas em clínicas de reabilitação são muito importantes como parte do tratamento dos dependentes químicos, sendo inclusive respaldadas por legislação para que possam ocorrer.

A grande questão é que há diversas regras ou fatores que estão relacionadas com essas visitas e que, por isso, devem ser observadas pelos familiares antes mesmo da internação, para que eles possam saber tudo a respeito.

Neste texto, mostramos um pouco mais sobre tudo o que rege as visitas para os dependentes químicos nessas instituições, para você compreender o que há de mais importante.

Gostou do artigo de hoje sobre como funciona visita em clínica de reabilitação?

Se você ficou com alguma dúvida sobre esse assunto entre em contato ou escreva-a abaixo nos comentários para que nos possamos ajudá-lo.

2 comentários em “Como funciona visita em clínica de reabilitação?”

  1. Gostaria de saber se o momento da visitas o acolhido pode ficar sozinho com a família ou é necessário a presença de um terapeuta ou outra pessoa ds clinica junto.
    Ou seja, existe momento a sós do acolhido com seus familiares?

    Responder
    • Olá Telma tudo bem, sobre as visitas são agendadas com a equipe técnica, a primeira visita é assistida, as demais tem momentos que ficara família e paciente sozinhos sim, maiores duvidas estamos a disposição no whatsapp (44) 99155-7195

      Responder

Deixe um comentário

Últimas notícias

Precisa de ajuda?

Ligue para nós

+55 44 99155-7195

whatsapp